domingo, 7 de março de 2010

O amor em malhação



Cris está namorando Victor, mas é só Bernardo aparecer que...

... a garota muda por completo. Não só não consegue disfarçar o olhar, como ela mesma está caindo em si que um novo senti mento está no ar. Conversamos com Cristi ana Peres, 22 anos, no papel de Cris, e Fiuk, 19 anos, que vive Bê, para saber o que os dois estão achando da estreia em Malhação e desse despertar da paixão entre os seus personagens.

Bernardo Oliveira

Oliveira UG: Como o Bê está sentindo essa aproximação com a Cris?
Fiuk:
Nem ele entende ainda o que está rolando. Para ele está tudo normal, porém, sabemos que a paixão já está dentro dele.

UG: Com tantas meninas no pé dele, o que você acha que ele viu na Cris?
Fiuk:
Bom, os opostos se atraem... Acho que tudo está no "olho no olho", não tem como ir contra um sentimento quando o olhar aproxima um casal.

UG: A Cris está demonstrando gostar do Bê, mas está namorando. Como lidar com isso?
Fiuk:
Não sabemos ainda como essa história vai rolar, se eles vão ficar juntos ou não. Mas eu, Fiuk, acredito que em situações desse tipo temos de ir em frente. A única certeza que temos é seguir a nossa intuição.

UG: E você já viveu uma situação parecida?
Fiuk:
Sim, e amadureci muito. O sentimento é puro, mas muito doloroso. Se gosta mesmo de outra pessoa, tem de encarar e viver as conseqüências. Se jogar.

UG: Você torce pelos dois, como todas as fãs de Malhação?
Fiuk:
Ele está se descobrindo, conhecendo o que é o estar apaixonado por alguém. O Bernardo é um menino puro e vive intensamente. Se ele reconhecer que é ela a menina, sim, torço muito.

UG: Está curtindo fazer novelas?
Fiuk:
Estou pirando. Aprendendo demais. Estou realmente muito feliz. A equipe é muito legal, todos se abraçam, se ajudam. Somos muito amigos.

UG: Teve alguma dificuldade?
Fiuk:
A primeira carga de texto foi mais complicada para decorar, mas agora está bem tranquilo. É muito bom ser o Bernardo, que vive intensamente como eu.

UG: A última vez que conversamos com você (edição de outubro/09) você estava lançando seu primeiro CD com a banda Hóri e ocupado com uma agenda intensa de shows. Está dando tempo de continuar com as apresentações?
Fiuk:
Sim, a banda está bem, com vários shows agendados.

UG: E o filme As Melhores Coisas do Mundo, quando estreia?
Fiuk:
Dia 16 de abril. Confira!

Cristiana Araújo

UG: A Cris namora o Victor, mas está começando a olhar mais o Bernardo. Ela já sabe que está se apaixonando por ele?
Cris:
Ela não sabe, mas também não nega a possibilidade. É um sentimento novo. Ela sabe que tem uma coisa forte rolando. Já ela e o Victor são amigos, então ela tem certeza do que sente.

UG: O que ela sente por Victor? Por que você acha que ela aceitou namorar com ele?
Cris:
Ela sente carinho e deu uma chance. Ficou mexida com a escola nova e ele é seu amigo de infância, então, ela não tinha porque não tentar.

UG: O Fiuk disse que esse senti mento de "paixão" é novo para o Bernardo. Que nem caiu a ficha que está se apaixonando, só sabe que tem algo em especial na troca de olhares entre ele e Cris. Você acha que a Cris também está nessa fase ou ela já reconhece o que é uma paixão?
Cris:
Os dois são muito cabeça dura, então, também é novo para ela. A Cris é muito durona e o Bernardo bate de frente com ela. Isso despertou um interesse nos dois, já que eles acabam se entendendo. Com o jeito dele, ele fez ela questionar sua maneira de ser. Ele acha que tem de curtir a vida, e ela, que tem de ser responsável. Assim, ela ainda acha ele irresponsável e sempre desconfia dele. Mas, no fim, são parecidos.

UG: Você sabe quando começará um romance entre eles?
Cris:
Não está definido ainda, eles estão na fase de se aproximar e depois se afastar...

UG: E por quem você torce? E o que diria da personagem Cris?
Cris:
Difícil! Eu torço para que ela saia logo desse triângulo, para não sofrer. Eles estão na disputa, então, que vença o melhor.

UG: Você já viveu uma situação de triângulo amoroso, seja gostar de alguém comprometi do ou gostar de outro, namorando?
Cris:
Na adolescência sempre acontece dessas coisas. Eu estou com 22, mas aos 13 vivi uma confusão de sentimento. Descobri que a gente não pode ter medo de arriscar.

UG: Qual conselho daria para a pessoa que sente esse "amor impossível"?
Cris:
Ela deve respeitar os seus sentimentos, não julgar ou se guiar pelo o que acha certo e errado.

UG: Até aqui, o que deu para senti r da personalidade da Cris?
Cris:
Ela tem personalidade forte, valores definidos, é batalhadora, defende o que gosta, mas, ao mesmo tempo, tem 17 anos: ainda está em fase de formação.

UG: Quais semelhanças e diferenças entre você e ela?
Cris:
Somos parecidas no ser "caxias": ter responsabilidade e levar as coisas a sério. Mas ela é muito impulsiva e destemida. Eu sou mais tí mida. E também não namoraria um amigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário