quinta-feira, 29 de julho de 2010

Intrigada, Cristiana manda na lata: ‘Foi você que armou a noite de ontem pra transar comigo?’


Bernardo não consegue convencê-la de que não foi ele o responsável por ficarem presos no Escondidinho


Séria, Cristiana está indo para casa, depois da aula. Quase chegando em casa, ela vê Bernardo sentado no meio-fio, pensativo. Bolada com a noite anterior, em que ficaram trancados no Escondidinho, ela chega nele. “Bernardo, eu pensei nas coisas que aconteceram ontem...”, diz. “Eu também não paro de pensar nisso!”, responde ele. Intrigada, ela manda na lata: “Foi você que armou a noite de ontem pra transar comigo, não foi?!”.

Bê leva um susto com a pergunta: “Hã?!”. Mas Cris insiste: “Foi você que armou tudo, não foi?”. Ele não acredita no que está ouvindo: “Que isso, Cristiana?! Pirou?!”. “Tá na cara, Bernardo! Não foi à toa que você não levou seu celular pra lá! E depois, você que descobriu as comidinhas, as velas... Claro que sabia de tudo!”, afirma ela.

“Você tá doida, Cristiana!”, responde ele, acrescentando que também entrou nessa de ingênuo: “Pra que eu ia fazer isso?!”. Ela não perdoa: “Pra transar comigo! Ou vai negar que você sempre quis isso?!”. Ele não nega, mas explica que queria transar com ela quando eles namoravam e que não ia ficar armando uma parada dessas.

Em silêncio, ela o analisa, tentando descobrir se ele está mentindo ou falando a verdade. Enquanto isso, ele aproveita para se aproximar dela. “E depois, Cristiana, foi irado nós dois juntos... Eu amei... Que diferença faz se foi armação ou não?”, diz ele, carinhoso. Irritada com o comentário, Cris se afasta: “Faz muita diferença, seu insensível! Ou você acha que pra uma garota é legal saber que a primeira vez dela aconteceu por causa de uma armação?! Dá licença!”. Revoltada, ela sai pisando duro, deixando Bernardo chateado.

Fique ligado! Essa história ainda vai dar muito o que falar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário